Banco do Brasil passa a aceitar pagamento de impostos com criptomoedas

Author

Categories

Share

       Banco do Brasil passa a aceitar pagamento de impostos com criptomoedas
                                            Foto: divulgação

A partir de agora os correntistas do Banco do Brasil já podem pagar impostos, como guias de tributos, taxas e contribuições, com as moedas digitais, como: Bitcoin, Ethereum, entre outras criptomoedas. A novidade é resultado de um acordo entre a instituição bancária e a startup brasileira cripto Bitfy, que virou parceira de arrecadação do banco.

Assim, os pagamentos com criptoativos devem ser feitos, obrigatoriamente, dentro da plataforma da Bitfy. Por esta razão, o cliente deverá criar uma conta na corretora.

Após a mudança, o Banco disse que a novidade posiciona a instituição financeira na vanguarda de soluções modernas e eficientes, além de levar comodidade aos clientes, que agora têm mais uma opção para pagamento de tributos.
                                                Adele Fonteles – Advogada

A advogada Adele Fonteles, sócia da Fonteles & Associados, elogiou a iniciativa do BB. “A liberação de pagamento de impostos para correntista do Banco do Brasil com criptomoedas é importante porque demonstra que um agente econômico está aceitando esse tipo de meio de pagamento, democratizando o seu uso, afinal, uma criptomoeda possui valor e quita obrigações”.

Ainda segundo a especialista, o Bitcoin é a criptomoeda mais usada no mundo e 1BTC vale hoje em torno de R$ 131 mil. “A plataforma Bitfy também aceitará pagamentos com altcoins (demais criptomoedas, como o ETH). Conforme a IN 1888, é importante observar que transações com criptomoedas a partir de R$ 30 mil/mês são obrigadas a declarar à Receita Federal”, explicou.

Adele Fonteles lembrou ainda que as corretoras já fazem essas declarações. “Outro ponto importante é que as pessoas que possuem criptomoedas devem declarar tais ativos na Declaração de Imposto de Renda, na aba de bens e direitos”, disse.

Author

Share