Biomédica esteta propõe rejuvenescer a pele ao invés de preencher; entenda

Author

Categories

Share

 

                                     ESTÉTICA E BEM ESTA

  Biomédica esteta propõe rejuvenescer a pele ao invés de preencher; entenda

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Nos últimos anos, várias técnicas de harmonização facial surgiram com o objetivo de trazer mais equilíbrio às rugas e atenuar o envelhecimento, que é resultado de uma série de alterações nas diversas estruturas faciais. Muitas vezes, o envelhecimento pode ser precoce, causando a perda do contorno e das formas levemente arredondadas da face jovem. Uma das principais causas desta perda é a redução da gordura e da própria estrutura óssea da face, gerando uma movimentação da pele para baixo e para o centro, com o surgimento de sulcos e áreas de sobra de pele.

Atualmente se fala muito em harmonização facial com o viés de uso de preenchedores. O objetivo desses tratamentos é tornar a face mais proporcional e restaurar as formas características da face jovem. Mas será que todos os pacientes e casos necessitam de aumento de volume? Que tal rejuvenescer a pele ao invés de preencher?

 

De acordo com a Biomédica Esteta, especialista e pós-graduada em Estética Avançada, Dra Bianca Ferrão, os bioestimuladores, atualmente, são os queridinhos quando o assunto é naturalidade, pois proporcionam um “rejuvenescimento natural” através do estímulo intenso de colágeno, de dentro para fora.

CONSULTA

“Para cada caso existe um procedimento mais adequado, entre as técnicas mais usadas na harmonização ( além do clássico Ácido Hialurônico, e MD CODES”), a atual novidade de emagrecimento facial, estão o uso dos fios de sustentação de PDO – que vieram para confrontar o lifting cirúrgico tão em voga na década de 80 – e outros materiais injetáveis com intuito de Bioestimulares, como Hidroxiapatita de Cálcio (Radiesse) e Ácido poli-L-lático (Sculptra), explica a especialista.

Foto: Biomédica Esteta, especialista e pós-graduada em Estética Avançada, Dra Bianca Ferrão

EQUILÍBRIO

Ou seja, o raciocínio de reconstruir a PELE ao invés do ROSTO em si, é sempre o que oferece os melhores resultados a longo prazo por ser mais natural. Segundo a biomédica, “Rejuvenescer, sem plastificar, sem deixar o rosto das pacientes repuxadas e todas iguais, sem suas identidades”, diz.

Author

Share