Corredores Digitais na Feira do Conhecimento: palestrantes compartilham orientações para impulsionar negócios inovadores

Author

Categories

Share

            Corredores Digitais na Feira do Conhecimento: palestrantes compartilham orientações para impulsionar negócios inovadores

                             FOTO: DIVULGAÇÃO

Três talks promovidos pelo programa Corredores Digitais, iniciativa da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), fizeram parte da programação da Feira do Conhecimento no segundo dia de evento. Dicas valiosas foram compartilhadas pelos convidados, ajudando os empreendedores a crescer com rentabilidade e de forma sustentável.

O primeiro talk, intitulado “Do perrengue ao crescimento”, mediado por Martonio Mendes, contou com a participação do Head de Pessoas e Operações na Fanatee, Carmelo Queiroz, que falou sobre o momento de deixar um emprego seguro para focar no próprio negócio. “Hoje, eu acho que as pessoas têm muita ansiedade de querer sair do seu trabalho, mas como parte do desafio do empreendedor não é tomar riscos mas, sim, gerenciar risco. No ponto de vista do gerenciamento de risco, normalmente os empreendedores que eu tenho contato costumam sair muito cedo do seu emprego. A minha ideia seria continuar no trabalho formal, tendo a minha receita e juntando dinheiro para depois formalizar meu tempo dedicado ao meu trabalho. Assim, planejando o financeiro desse seu negócio, se planejaria a saída do emprego formal”, aconselhou.

Em seguida, o consultor de experiência do cliente, Vagner Anselmo, falou sobre as “Habilidades de um empreendedor desenrolado”, com mediação de Soraya Félix.  Em resumo, atender, satisfazer, surpreender, encantar e transformar são as principais habilidades relacionadas pelo convidado. “Você precisa de um produto/serviço que atenda rapidamente; satisfazer com o produto/serviço aquilo que você entrega para o cliente como solução; superar as expectativas do cliente; ter consistência de admiração do cliente com o produto; transformar essa admiração proveniente da consistência numa comunidade, onde irá atrair cada vez mais fãs, me defender, indicar e transformar cada cliente meu num possível vendedor”, afirmou.

 

Por último, o trio Strauss Nasar (co-fundador da Cordel Ventures, sócio-fundador do escritório Nasar Advogados), Bruno Arruda (fundador e CEO da Resolvvi) e Larissa Lima (co-fundadora da Mercadapp) bateu um papo mediado por Wesley Lucena. O tema da conversa foi “Estribado: o antes e depois do investimento”. Os três falaram sobre a fase inicial de empreender, quando se precisa sobreviver com o mínimo, e os próximos passos que o empreendedor precisa dar para buscar investimento e crescer.

 

Entre as dicas compartilhadas, destacam-se: ter foco, engajamento, poder de entrega, proposta clara, identificar quais as necessidades se precisa dentro do modelo de negócio, entender o mercado e as barreiras de entrada (concorrentes). Basicamente, é buscar um peet bem feito e com verdades por trás, tendo segurança no que está falando e saber muito bem onde quer chegar.

 

Fechando a participação do Corredores Digitais na FdC, nesta sexta-feira (11), às 10 horas,  as startups que já passaram pelas mentorias do Corredores Digitais terão sua grande chance de demonstrar seus negócios a investidores, no Demoday. Na banca de avaliação, já estão confirmadas as participações da Casa Azul Ventures, Ninna Hub, Cordel Ventures, Jv Angels, Inove Now. Vão apresentar suas ideias as startups: Sem Turbulência, Arqué, Black Sheep, Instituto Solar, Galpão Tech, Sis Barragens, MAV, Meu Troco, Finspect e Remodelar.

Author

Share