Em defesa da nomeação dos aprovados no Concurso da Ematerce

Author

Categories

Share

 

                                      Em defesa da nomeação dos aprovados no Concurso da Ematerce

                          FOTO: DIVULGAÇÃO

Consolidado como o setor que mais injeta recursos na economia do país, durante a Pandemia de Covid-19, a agropecuária tem galgado seu espaço no PIB brasileiro, e no Ceará não tem sido diferente. O crescimento de 20% do setor,mesmo em meio à crise sanitária e econômica, pode significar um incremento da participação da agropecuária de até 6% no PIB do Ceará. Entretanto, os números não mostram que esta é apenas uma parte do potencial produtivo do estado.

O censo agropecuário indica que menos de 10% dos agricultores e dos estabelecimentos agropecuários do estado receberam ou recebem algum tipo de assistência técnica e extensão rural, seja pública ou privada. Situação alarmante dada a importância deste serviço, que viabiliza e aperfeiçoa os sistemas de produção, possibilitando o acesso à informação, serviços e muitas vezes o sucesso na atividade desempenhada pelos agricultor

A situação da prestação de ATER no Ceará, por meio da Ematerce, vem sofrendo um processo de sucateamento ao longo dos anos. O último concurso público realizado para o órgão data da década de 70, o que contribuiu para a obsolescência do quadro de efetivos da empresa, que já registrou mais de 2 mil técnicos, e hoje apresenta cerca de 560 para um universo de mais de 300.000 propriedades agrícolas no estado.

Estes técnicos seriam os responsáveis pela implementação e acompanhamento de programas e políticas públicas que beneficiam diretamente os agricultores como: Seguro Safra, Hora de Plantar, São José III e IV, Paulo Freire, além da emissão de DAPs.

A limitação de pessoal restringe a capacidade da Ematerce de cumprir com suas obrigações e prestação dos serviços à comunidade. O que poderia ser abrandado com a convocação dos técnicos aprovados no concurso realizado em 2018. A promessa de convocação do governo para o início de 2021 traz esperanças aos agricultores e aos aprovados, entretanto, o contingente de aprovados nas vagas imediatas é insuficiente para a demanda do estado, prova disto tem sido as constantes convocações de bolsistas para a empresa que mesmo este ano já convocou 175 técnicos.

 

Valéria Ramos Lourenço, Engenheira Agrônoma e representante dos aprovados no Concurso da Ematerce (2018).

Author

Share