Fortaleza recebe lançamento do livro “Filho de Pandemia” de Diego Amorim

Author

Categories

Share

Obra retrata experiência de ser pai em um período desafiador

Diante de dúvidas sobre se seu filho lembraria da pandemia do Covid-19 quando crescesse, o jornalista Diego Amorim decidiu lançar seu primeiro livro: “Filho de Pandemia – Os 110 dias do diário de um pai no momento mais desafiador para qualquer família”. O lançamento, e noite de autógrafos, acontece dia 11 de junho, às 18 horas, na Livraria Leitura do RioMar Fortaleza.

A obra é um diário que revela sentimentos, preocupações, experiências e relata dias de medo, incerteza, e, claro, alívio e felicidade pela chegada de um novo membro da família, Pedro Henrique.

Segundo o autor, a obra é para seu filho, que nasceu três meses antes do início da pandemia. Ele compartilha os sentimentos e as dificuldades de ser pai durante a maior crise viral da história da humanidade, até a aplicação da primeira dose da vacina contra a doença.

“Este diário é um presente para o meu filho. Mas é um presente para mim e para você também. Com relatos iniciados na Páscoa de 2021, em meio ao avanço da pandemia e diante da expectativa da vacinação, abro as portas da minha casa para você. Este diário une todo mundo que sabe que a vida vale a pena. Às vezes, é verdade, dói um bocado, os dias assustam, mas sempre, sempre vale a pena”, compartilha o autor.

A produção, que já é sucesso de venda após ser lançado em Brasília, Teresina, São Luís, Rio de  Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo, chama a atenção ao detalhar o lado mais humano de um profissional que teve que aprender a lidar com a correria e a paternidade do dia a dia associadas às dificuldades passadas e presentes da vida diante da pandemia do vírus. Entre os leitores da obra, estão Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde; Diogo Mainardi, jornalista e autor de A Queda; e Margareth Dalcolmo, pesquisadora da Fiocruz.

“Este livro do Diego Amorim retrata um momento no qual cada um se reinventou, sofreu, viveu intensamente o drama da humanidade. Diego retrata a sociedade brasileira, na busca pelo equilíbrio entre a informação verdadeira e o papel de pai, homem, cidadão e jornalista. Muito bom”, comenta Luiz Henrique Mandetta.

O prefácio foi escrito pelo poeta, escritor, professor, jurista e advogado Carlos Ayres Britto, ex-presidente do STF. “Diego Amorim se despojou ou se consagrou totalmente em seu humanismo exemplar inato. Ele revelou o quanto ‘humano, demasiado humano’ (lembre-se de Nietzsche) naqueles momentos dramáticos, quando o destino de toda a humanidade passa pelo fio da navalha, posso dizer que é necessário”, conta.

Sobre Diego Amorim
Diego Amorim é jornalista, nasceu em Teresina, mas mudou-se com a família para Brasília ainda pequeno. Atua como repórter na capital federal desde 2004. Acumula prêmios e homenagens na carreira, como o Esso e o Líbero Badaró. Atuou por seis anos no site O Antagonista, onde chegou a ocupar o cargo de chefe de redação. Quando encontra tempo, dá aulas sobre comunicação e catolicismo.

Desde março, o livro já foi lançado em Brasília, Teresina, São Luís, Rio de  Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo. O livro é sucesso de venda e divulgação, tendo sido indicado, por exemplo, nos  programas de Luciano Huck (Globo), Danilo Gentili (SBT) e Datena (Band).


Lançamento “Filho de Pandemia” em Fortaleza
Data: 11 de junho, sábado
Horário: 18h
Local: RioMar Fortaleza, Piso L2 – Livraria Leitura (R. Des. Lauro Nogueira, 1500 – Papicu)

Author

Share