Instituto iungo e USP oferecem cursos gratuitos para professores pelo WhatsApp

Author

Categories

Share

Instituto iungo e USP oferecem cursos gratuitos para professores pelo WhatsApp

                              Foto: Divulgação

Estão abertas as inscrições para a segunda edição dos cursos, que visam apoiar professores e gestores escolares no uso de Metodologias Ativas de Aprendizagem

 

O Instituto iungo – idealizado pelo Instituto MRV, e a Faculdade de Educação da USP e o Núcleo de Pesquisas em Novas Arquiteturas Pedagógicas da universidade (NAP/USP) lançam a segunda edição do programa Ativar! Metodologias Ativas por WhatsApp.

 

As inscrições vão até o dia 31 de agosto de 2022. São cinco cursos, cada um com carga horária de 40 horas e duração de oito semanas, totalmente on-line. Cada curso tem 200 vagas nas áreas de Humanidades, Linguagens, Ciências, Projetos de Vida e Novas Arquiteturas Pedagógicas.

 

“Acreditamos muito neste formato inovador de formação, que amplia o acesso de professores de todo o Brasil a um conteúdo de qualidade e com uma dinâmica colaborativa. Isso só é possível pelo trabalho competente de formação de professores realizado pela Faculdade de Educação da USP e pelo NAP-USP”, explica Paulo Andrade, diretor de educação do Instituto iungo.  “A primeira edição do ATIVAR! teve um retorno muito positivo dos cursistas, especialmente pela flexibilidade do WhatsApp e pela proposta mão na massa, com projetos realizados com orientação dos professores e tutores da USP”, completa Paulo.

 

Ana Maria Laureano Ribeiro, de São José dos Campos (SP), fez o curso ATIVAR! Projetos de Vida. Ela conta que se surpreendeu com o ATIVAR!, sua primeira experiência com formação via WhatsApp. “Foi diferente, dinâmico e muito bom porque realmente consegui estudar, aprender, refletir sobre a prática e colocar os aprendizados em prática. Os vídeos curtos foram objetivos e despertaram o interesse pela leitura da obra completa”, explica Ana Maria.

 

Além do WhatsApp, outros diferentes meios digitais são usados durante os cursos para realizar o encontro semanal ao vivo de uma hora entre os cursistas e tutores, possibilitando interações e troca de experiências com professores de todo o país.

 

“Nos cursos, aliamos a teoria à prática. Os educadores vivenciam aulas baseadas em Metodologias Ativas de Aprendizagem, com trabalho colaborativo, atividades mão na massa, uso de situações-problema e interdisciplinaridade. E eles fazem isso refletindo sobre suas práticas, sua própria realidade, o que torna o processo de aprendizagem mais relevante do que analisar apenas situações fictícias”, afirma Ulisses Araújo, coordenador científico do NAP/USP.

 

Podem se inscrever educadores de escolas de todo o Brasil. Para os cursos de Humanidades, Ciências e Linguagens podem se candidatar professores que atuem nesses campos do conhecimento em sala de aula no Ensino Médio e Ensino Fundamental 2 (6° ao 9° anos). Já para os cursos sobre Projetos de vida e Novas arquiteturas pedagógicas são aceitas inscrições de gestores escolares e professores de todas as áreas de conhecimento de Ensino Médio e Ensino Fundamental 1 e 2.

 

Ao final do curso, os concluintes recebem certificado da USP de 40 horas e passam a fazer parte de uma rede de educadores de todo o território nacional, com a qual podem trocar experiências e conhecimento para seguir se desenvolvendo.

 

Para mais informações e inscrições, o público pode acessar o site repensandocurriculo.org

 

Sobre o Instituto iungo

 

O Instituto iungo, idealizado pelo Instituto MRV, foi criado em 2020 com uma visão de educação, em que os estudantes se desenvolvem integralmente e podem construir seus projetos de vida. Para o iungo, o professor é a base da educação e o principal agente dessa transformação da escola. Por isso, o instituto oferece formação continuada para educadores em diferentes formatos, produz material pedagógico para apoiá-los no dia a dia e realiza pesquisas para ouvir os professores do Brasil. Para trazer um impacto relevante para a educação do país, o Instituto trabalha em parceria com secretarias da educação, universidades e outras organizações do terceiro setor. Em dois anos de atuação, o iungo firmou parcerias com 12 redes estaduais de ensino e impactou diretamente mais de 180 mil educadores com ações de formação.

 

Sobre o NAP/USP

 

O Núcleo de Pesquisas em Novas Arquiteturas Pedagógicas (NAP) da Universidade de São Paulo se dedica a promover estudos, pesquisas e ações de intervenção que levem à reinvenção da educação e dos processos pedagógicos inerentes às relações de ensino e de aprendizagem, em todos os níveis e modalidades.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Author

Share