No Ceará: uma das maiores casas de investimento do país chega ao Nordeste com um escritório de Agente Autônomo, a Rica Investimentos

Author

Categories

Share

 

No Ceará: uma das maiores casas de investimento do país chega ao Nordeste com um escritório de Agente Autônomo, a Rica Investimentos

O Ceará é o estado com o maior número de empresas de capital aberto da Região. Sabendo desse potencial, a Ágora Investimentos, a terceira maior corretora do Brasil,  conta com o escritório Rica Investimentos, que atua na distribuição e intermediação de ativos e valores mobiliários.  A corretora foi a pioneira no Home Broker no Brasil e hoje é a plataforma Aberta do Banco Bradesco.  
FOTO: DIVULGAÇÃO
O início da atuação é marcado pela realização da live  “Cenários e Setores da Bolsa de Brasileira”. A transmissão ocorreu na última quarta-feira (18), às 18:30. Os participantes  da live,  se inscreveram através do link do instagram da @ricainvestimentosoficial. A Live foi sucesso total, transmitida pelo aplicativo Teams e contou com o palestrante Ricardo França, especialista de Research da Ágora, e as participações do Time Comercial B2B da Ágora,  Erica Cavalcante, idealizadora do Rica Investimentos.
Capital aberto no Ceará
 
Não é de agora que o Nordeste tem atraído o olhar de grandes investidores. “A chegada da Ágora na região e ser sediada no Ceará, tem todo um estudo e olhar estratégico dos gestores. O Nordeste é uma região próspera de empresários, investidores arrojados e com visão . Estamos aqui para ajudá-los a fazerem as melhores e mais assertivas decisões de investimento”, pontua Érica Cavalcante, Head do escritório Rica Investimentos contratado pela Ágora Investimentos.
Somente no Ceará são oito companhias listadas na Bolsa de Valores [B3], das quais sete são privadas e uma estatal. São elas: a Pague Menos (PMGN3) no setor de farmácias; M. Dias Branco (MDIA3), no setor de alimentos diversos; Arco Educação (ARCE), no setor educacional, HapVida (HAPV3), com servicos medico-hospitalares; Aerys/Energy (AERI3), bens de capital; Grendene (GRND3), no setor de calçados. Além dessas, as empresas públicas sediadas no estado são o Banco do Nordeste (BNBR3) e a Coelce/Enel Ceará (COCE3), antes da privatização, havia apostado em IPO (oferta pública em inglês) para entrar na B3.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Author

Share