Quem vence a disputa Brasil e Alemanha do Clube do Malte? 

Author

Categories

Share

         Quem vence a disputa Brasil e Alemanha do Clube do Malte? 

      Pack de março coloca frente a frente a inovação brasileira com a tradição alemã

Foto: Reprodução

Tradição ou inovação, qual a sua escolha quando o assunto é cerveja? Em março, dois times entram em campo no Clube do Malte, o maior clube de assinaturas de cerveja do país. De um lado, entra a Alemanha, representando os amantes de uma boa cerveja tradicional e, do outro, entra para o jogo o Brasil e sua inovação cervejeira. O pack de março, intitulado German Beer Lab, leva ao assinante uma seleção de cervejas artesanais, fabricadas tanto no Brasil quanto na Alemanha. 

“A oportunidade de unir, em um único kit, cervejas inovadoras e tradicionais aguça a curiosidade, proporcionando boas experiências aos assinantes, esse é o propósito do Clube do Malte”, diz Douglas Salvador, CEO e fundador do Clube do Malte. “Entre os rótulos, confesso que ficarei no empate técnico, todas as cervejas do pack são excelentes”.

A edição de março traz dois rótulos alemães da Krombacher Brauerei, uma cervejaria familiar que já passou por muitas gerações. Desde a sua fundação, em 1803, eles seguem a Lei de Pureza Alemã, que foi homologada em 1516. O segredo das cervejas Krombacher estão, justamente, nas técnicas artesanais, que correm por séculos na Alemanha, como, por exemplo, a utilização de água natural extraída diretamente da nascente nos arredores da cervejaria, além do cuidado na escolha dos ingredientes – todos são naturais e selecionados pela família Krombacher. 

Para completar a seleção de março, o clube traz mais outras duas cervejas que também seguem as diretrizes da Escola Cervejeira Alemã, mas que trazem um pouco mais de ousadia e inovação. São elas: Schwarzbier com maturação em Amburana e uma nova versão de Weizenbock com adição de avelã

Os assinantes do Clube do Malte recebem, todo mês, uma programação especial de cervejas artesanais, um copo colecionável e também uma revista de 52 páginas, para nenhum cervejeiro colocar defeito. Como há cervejeiros de muitos tipos, o Clube do Malte aposta em planos para iniciantes, intermediários e especialistas, os Beer Geeks, que buscam uma intensa experiência. Além disso, os assinantes têm vantagens exclusivas como preço diferenciado na compra avulsa, cashback e descontos em empresas parceiras, entre elas Netshoes, Casas Bahia e Domino’s.

Mais informações estão no site do Clube do Malte: https://www.clubedomalte.com.br/beer-pack

 

Ficha técnica das cervejas do pack de março

German Beer Lab Schwarzbier Amburana 

Origem: Brasil

Estilo: Schwarzbier

Teor Alcoólico: 5%

Coloração: Castanho escuro

Amargor: Baixo

Temperatura ideal: 4 a 8 ºC

Harmonização: Queijo Gouda

Essa receita traz para o seu copo uma experiência ousada e inusitada: uma cerveja tradicional do estilo alemão Schwarzbier com maturação em Amburana. A madeira realça as notas de baunilha e intensifica as nuances caramelizadas da cerveja, equilibrando perfeitamente com o sensorial torrado do malte e moderado amargor do lúpulo. Nada comum, não é mesmo? 

German Beer Lab Weizenbock Avelã

Origem: Brasil

Estilo: Weizenbock

Teor Alcoólico: 6,8%

Coloração: Cobre

Amargor: Baixo

Temperatura ideal: 4 a 8 ºC

Harmonização: Torta de Maçã

Tradição x Ousadia, qual leva a melhor nessa batalha? Para você descobrir na prática, essa é uma receita que mistura os dois conceitos em uma só bebida. Essa nova versão de Weizenbock leva adição de avelã, que agrega notas adocicadas no sensorial, junto aos sabores ricos do malte com notas tostadas e as nuances de cravo e banana características das cervejas Weizen. Uma verdadeira explosão de sabores!

 Krombacher Weizen

Origem: Alemanha

Estilo: Weizen

Teor Alcoólico: 5,3%

Coloração: Âmbar

Amargor: Baixo

Temperatura ideal: 4 a 8 ºC

Harmonização: Massa com Frutos do Mar

A Krombacher Weizen é uma típica cerveja de trigo alemã. Na aparência apresenta uma bela coloração âmbar, turva, com espuma cremosa de boa formação e retenção. No aroma e sabor traz em destaque notas de cravo, banana e nuances adocicadas de mel. Refrescante e encorpada, no paladar possui um amargor bastante suave, com final frutado. É uma cerveja saborosa e muito refrescante.

Krombacher Dark

Origem: Alemanha

Estilo: Schwarzbier

Teor Alcoólico: 4,7%

Coloração: Castanho escuro

Amargor: Baixo

Temperatura ideal: 4 a 8 ºC

Harmonização: Rosbife
 A Krombacher Dark é uma cerveja do estilo Schwarzbier, uma Lager alemã escura que balanceia os sabores torrados suaves do malte, com um leve amargor do lúpulo. Feita com variedades selecionadas a mão de malte torrado e os melhores lúpulos aromáticos, traz no sensorial notas de especiarias como anis e alcaçuz; maltadas com nuances de caramelo; torradas com tons de café, e notas moderadamente picantes dos lúpulos.

História do Clube do Malte

A ideia da empresa nasceu em 2009 pela paixão dos fundadores Douglas Salvador e seu sócio Alexandre Miyaki por cerveja. Com sede em Curitiba, Paraná, aos poucos os fundadores foram percebendo que as pessoas queriam consumir cervejas artesanais de regiões distantes, mas como são produzidas por pequenas cervejarias locais, a criação de um clube de assinatura facilitaria esse acesso.

A primeira assinatura foi registrada em 2012 e, quatro anos depois, já eram 5 mil assinantes. Em 2019, resolveram ir a mercado e realizar uma oferta pública via crowdfunding, o que resultou em R$ 1,5 milhão com 642 investidores considerada a maior em uma só rodada. Neste mesmo ano, a empresa teve a oportunidade de adquirir a concorrente Beer, da Wine. No ano passado, em plena pandemia, anunciou o lançamento das marcas próprias Clube do Malte e My Beer Class. 

Author

Share