RH 4.0: Pesquisa aponta tecnologia, experiência do usuário e foco no social como novos pilares dos Recursos Humanos

Author

Categories

Share

Realizado pela KPMG, uma das maiores empresas de prestação de serviços profissionais, o estudo intitulado “O futuro do RH: lições dos desbravadores”, apontou que as maiores organizações de Recursos Humanos do Mundo têm adaptado suas forças de trabalho com ênfase ao fator social, a experiência de trabalho do funcionário, e ao uso da tecnologia como canal para promoção de soluções.

De acordo com Regina Raquel da Silva, docente dos cursos de Gestão do Centro Universitário Fametro (Unifametro), a tecnologia é o fator inicial para a mudança na gestão das empresas, porque permite a realização do pilar do RH 4.0, a análise de dados. “Isso favorece insights para a construção de planos de ação mais personalizados e possibilita compreender o comportamento, entender a experiência dos colaboradores e acompanhar a jornada deles mais de perto. A personalização, outra forte tendência que caracteriza o RH 4.0, encontra no uso da Inteligência Artificial (IA) a solução para identificar as necessidades, desejos e competências individuais dos colaboradores”, explica.

Sempre atenta às novidades e exigências do mercado,a Unifametro realizou consulta a grandes empresas locais para implementar uma nova matriz curricular para os cursos de Gestão de RH e Gestão Comercial. A nova grade curricular foca no desenvolvimento de competências dos estudantes, por meio do desenvolvimento de teorias em atividades práticas.

Roberta Mapurunga, coordenadora dos cursos de gestão da Unifametro, explica que a instituição buscou as empresas com o objetivo de responder questionamentos sobre o perfil do profissional gestor de RH e Comercial, entre elas quais competências as empresas esperam deles, quais as tecnologias devem dominar, entre outras. “Com os resultados da consulta, nós realizamos um comparativo entre o que o mercado exige, o que os nossos projetos pedagógicos atendem e aquilo que o MEC exige, como avaliação do Enade e em termos de legislação, para a montagem final da nova matriz curricular”, explicou.

Com a matriz curricular por competências, os estudantes terão as suas habilidades ainda mais aguçadas no início da graduação, não mais somente nos semestres finais. Ou seja, eles estarão preparados para o mercado a partir de práticas vivenciadas no dia a dia acadêmico, adquirindo assim uma aprendizagem significativa.

Segundo Roberta, a mais importante mudança promovida pela nova matriz é a alteração da dinâmica de sala de aula, que torna-se um grande laboratório de conhecimento. “Nosso objetivo é fazer com que os alunos sejam o centro do processo e, para isso, é fundamental propor atividades desafiadoras, que possibilitem ao estudante mobilizar conhecimentos e habilidades. Nesse novo modelo, o professor disponibiliza o material de aula previamente para o aluno, antes da aula, e na sala realiza atividades de mensuração do aprendizado do aluno”, explicou a coordenadora.

Sobre a Unifametro

Com mais de 30 cursos de graduação nas modalidades presencial e online, a Unifametro possui quatro campi em Fortaleza, e unidades em Cascavel e Maracanaú, com infraestrutura completa, com 6 núcleos de atividades e mais de 50 laboratórios. Para mais informações sobre o vestibular, inscrições e financiamento sem juros, consulte o site seja.unifametro.edu.br.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Author

Share