Rock in Rio 2022: NAVE transborda as fronteiras da Cidade do Rock e festival anuncia conteúdos audiovisuais inéditos inspirados por uma Amazônia contemporânea, pop e plural

Author

Categories

Share

Rock in Rio 2022: NAVE transborda as fronteiras da Cidade do Rock e festival anuncia conteúdos audiovisuais inéditos inspirados por uma Amazônia contemporânea, pop e plural

FOTO: DIVULGAÇÃO

A atração, co-criada entre Rock in Rio e Natura, terá o documentário “Noites Amazônicas”, que mergulha nas agitadas noites de Belém e Manaus, além das séries intituladas “Rio de Vozes”, “Tripulantes” e “Encontro das Águas”

 

Depois de um lançamento emblemático, que vestiu o Rio de Janeiro com projeções mapeadas que provocaram reflexões sobre a região amazônica, a NAVE, uma co-criação entre Rock in Rio e Natura, transborda novamente as fronteiras da Cidade do Rock e se prepara para mais um mergulho intenso na Amazônia. A partir deste mês de agosto, o público poderá acompanhar, nas redes do Rock in Rio, quatro produções audiovisuais com objetivos, formatos e linguagens diferentes, de forma a extrapolar ainda mais a narrativa da NAVE sobre a cultura amazônica, além de apresentar ao público a riqueza e a pluralidade da arte amazônida em toda sua potência e aproximá-lo dessa Amazônia contemporânea, pop e plural que será retratada na atração.

 

O curta documental intitulado “Noites Amazônicas” vai revelar os segredos da vida noturna de cidades do Pará (PA), que são uma verdadeira ebulição cultural de festas, aparelhagens, gastronomia, ritmos locais e outras atrações, pelo olhar e perspectiva de quem vive na região. Em “Noites Amazônicas”, o público conhecerá personagens icônicos da cena cultural e terá uma visão diferente desta região, revelando ao Brasil toda a potência das sub-culturas noturnas e urbanas amazônicas, do tecnobrega à cena LGBTQIA+, passando pelos slams de rap e influenciadores locais. A equipe acompanhou de perto o agito noturno da região ao lado de nomes como Keila Gentil, Leona Vingativa e Ca Brittu compondo o filme.

 

O curta documental tem duração de vinte minutos e direção de André dos Santos e Arthur Arias. Os conteúdos são produções do Rock in Rio e A-Lab, uma empresa do grupo Dreamers.

 

“Acreditamos no potencial da plataforma Rock in Rio de fortalecer narrativas e gerar engajamento em temáticas relevantes para nós e as marcas parceiras. Com uma estratégia de comunicação que combina a experiência do festival com conteúdos complementares distribuídos nas plataformas digitais, conseguimos expandir e dar mais profundidade para a mensagem, gerando maior identificação do público. Nossas produções que apresentam e aprofundam essa Amazônia contemporânea que estará nos holofotes da NAVE este ano, são um excelente exemplo de como as narrativas digitais e o live marketing podem se combinar para potencializar mensagens.” afirma Ana Deccache, Diretora de marketing do Rock in Rio.

 

Para Fernanda Paiva, gerente de cultural branding da Natura, os conteúdos são uma forma de ampliar ainda mais a rede criativa mobilizada para a construção da NAVE. “Tivemos uma preocupação de construir uma experiência que tivesse pessoas da Amazônia como protagonistas do processo criativo. Por meio dos conteúdos, no ambiente digital, conseguimos expandir e contemplar mais gente dessa rede: mostrar outros artistas, criativos, personagens que, sendo famosos ou anônimos – contribuem para a riqueza cultural da região. É uma forma de visibilizar outras camadas da Amazônia e suas pessoas, histórias e narrativas”.

 

Outra franquia de conteúdo, que também lança hoje, conta com os quatro episódios da série chamada “Rio de Vozes”. Fazendo uma alusão a fluidez da correnteza de um rio, a obra reúne vozes amazônicas — em vídeo-áudios temáticos acompanhados de imagens amazônicas, trilha e efeitos sonoros. A convite do Rock in Rio e da Natura, artistas e anônimos potentes foram convidados a exporem ao mundo mensagens que querem passar sobre a região que vivem. Em um espaço livre, puderam abrir seus corações e compartilhar seus pensamentos, ao longo de quatro episódios, os protagonistas da série destacaram elementos da forte cultura local.

 

Um dos marcantes trechos do “Rio de Vozes” está no primeiro episódio, que leva o título de “Segredos Amazônicos”. As vozes de Arthur Frederico e Marcos Maderito lembram que a Amazônia vai muito além de ser o maior bioma do país: “aqui, encontramos muitas Amazônias na Amazônia. A Amazônia não é só uma imensa mata, onde tem a fauna e a flora.”

Os vídeo-áudios estarão disponíveis para os fãs da Cidade do Rock assistirem no canal do Youtube do Rock in Rio.

 

Com lançamento previsto para acontecer ainda em agosto, a terceira produção, chamada “Tripulantes” é uma série de três episódios com entrevistas com os artistas amazônicos que participam da NAVE. Em depoimentos gravados pelo próprio celular, os entrevistados falam em tom descontraído e com uma linguagem contemporânea das redes sociais. Entre uma fala e outra, são feitas indagações em formato de um divertido quiz onde o artista deve escolher apenas uma das alternativas como resposta.

 

Carreira, artes e estilo de vida. “Tripulantes” é a oportunidade de o público conhecer como essas mentes criativas navegaram até o Rock in Rio e se aprofundaram ainda mais no projeto artístico da NAVE.

 

Fechando os conteúdos, tem a série “Encontro das Águas”, retratando em três episódios um processo de elaboração e criação tão rico e criativo da NAVE, que merecia ser acompanhado de perto. Na série, os fãs da Cidade do Rock vão conhecer cada detalhe do processo de construção dos bastidores da NAVE, enquanto escutam ao fundo das imagens os artistas narrando seus processos criativos.

 

NAVE proporcionará experiência imersiva inédita na Cidade do Rock

A NAVE é uma co-criação entre o Rock in Rio e a Natura, que, a cada edição, traz um tema mobilizador para a construção de um futuro regenerador. Para este ano, o público do festival poderá vivenciar uma experiência imersiva pensada para que todos possam sentir e se aproximar de uma Amazônia contemporânea, que inspira, transborda arte e cultura, é plural, feminina, fala em primeira pessoa, é ancestral e periférica.

 

Idealizada pela empreendedora social e estrategista criativa Denise Chaer, a atração terá, nesta edição, a direção geral do CEO do Rock in Rio, Luis Justo, e se propõe a abrir um espaço inédito para a Amazônia no Rock in Rio, por meio de uma experiência multissensorial que vai unir música, arte, cheiro, tecnologia, performances e apresentações. Para dar vida a esta NAVE, o Rock in Rio e a Natura passaram por um processo de criação com duração de mais de dois anos e participação de vários protagonistas da cultura Amazônica. A mensagem ecoa as vozes dos artistas da região, iluminando e potencializando a forte cultura contemporânea da Amazônia.

 

Sob a liderança do Coletivo Criativo NAVE, que tem direção da artista visual paraense Roberta Carvalho, cenografia da artista carioca Daniela Thomas, argumento da contadora de histórias acreana Karla Martins e direção musical da cantora e multiartista paraense Aíla, a atração apresenta aos fãs do festival, a partir de experiências artísticas envolventes, uma Amazônia pouco conhecida do grande público — contemporânea, diversa, multicolorida e pop. Ao criar uma conexão emocional com o público, a NAVE pretende desconstruir o estereótipo reducionista da Amazônia e construir novos olhares empáticos sobre a potência da região.

 

A NAVE contará com experiências imersivas e grandiosas que vão fazer o público mergulhar na região amazônica. Uma das atrações imperdíveis são as enormes projeções que vão do chão ao teto, trazendo a Amazônia em primeira pessoa sob a voz e ótica de artistas da região. Outra novidade será a presença da maior aparelhagem já construída por João do Som, criador das famosas aparelhagens Crocodilo, Tupinambá e reconhecido “arquiteto” que constrói as tradicionais esculturas famosas nas festas de tecnobrega do Pará. A aparelhagem terá um formato simbólico, de um barco, típico dos rios amazônicos, porém estilizado pelo olhar de Seu João, e vai transformar a NAVE em uma grande festa pulsante, dançante, contemplando apresentações musicais e diversas atrações que retratam a multiplicidade sonora da Amazônia: o som que nasce nas periferias, a música pop contemporânea e a tradição dos povos originários. Encontros inéditos, pensados especialmente para o barco-aparelhagem.

 

A NAVE vai encantar visitantes da Cidade do Rock com a abundância da Amazônia e gerar mobilização em prol do futuro do planeta. O Rock in Rio Brasil 2022 acontece nos dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022, na Cidade do Rock (Parque Olímpico, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro)

 

Fica Técnica Rio de Vozes:

 

Episódio 01:

Imagens Aéreas: Julio Cesar Almeida, Artur Arias Dutra.

Fotografia: André dos Santos, Artur Arias Dutra.

Figuração: Osias Oliveira dos Santos

Nayty Show & Branca – Potentes do Brega

Carlos Antonio Printes

Adelina Borari Luiara Borari

Maria Julia dos Santos

 

Episódio 02:

Imagens Aéreas: Julio Cesar Almeida, Walber Castelo, Diego Formiga, Artur Arias Dutra.

Fotografia: André dos Santos, Artur Arias Dutra.

Figuração: Katriele Santos

Josiane do Nascimento Santos e família.

Félix Robatto

Samara Ferreira

Vanilda Cardoso

 

Episódio 03:

Imagens Aéreas: Julio Cesar Almeida, Walber Castelo, Diego Formiga, Artur Arias Dutra.

Fotografia: André dos Santos, Artur Arias Dutra.

Figuração: Dionisio dos Santos Rodrigues

Marlon Branco

Juninho Pop

Maria Ferreira

Adelina Borari

Luiara Borari

Maria de Nazaré Correa da Silva

Micilene Ferreira

Denise Ferreira

Luciane Printes e Liz Printes

 

Episódio 04:

Imagens Aéreas: Julio Cesar Almeida, Walber Castelo, Diego Formiga, Artur Arias Dutra.

Fotografia: André dos Santos, Artur Arias Dutra.

Figuração: Fernando Ferreira

Crianças do Boa Vista

Maria Auxiliadora Souza Dias

Sebastião Andrade

Estela Cardoso dos Santos

Rainer Ferreira

 

Fica Técnica Noites Amazônicas:

 

Equipe:

André dos Santos – Diretor/Fotógrafo

Artur Arias – Diretor/Fotógrafo

Maurício Vianna – Produção

Joaquim Tavares – Maquinista

Lauro Alves – Técnico de Som

Diego Formiga – Imagens Aéreas e Fotografia Adicional

André Figueiredo – Assistência de Câmera

Carlielson Printes – Assistência de Câmera

 

Participações:

Dionisio dos Santos Rodrigues

Ca Brittu

Potentes do Brega

Keila Gentil

Félix Robatto

Migonga

Gigante Crocodilo Prime

DJs Gordo e Dinho Pressão

Jaloo

Marcos Maderito

Maêva

MC Super Shock

NegraBi

Nic Dias

José Maria Brito – “Chaves do Amendoim”

Felipe Cordeiro

Tais Yasmine Melgueiro da Silva

Beá

Carlos Vera Cruz

Quadrilha Fogo no Rabo

MC Pokas Ropas

MC Ira

Leona Vingativa

Cineral

A Red Nightmare

Delinquentes

Jeft Dias

Gerson Dias

Carimbó da Feira do Açaí

Festa Africana

Coisa Preta

DJ Alex Roots

Raidol

Marlon Branco

Juninho Pop

 

 

Sobre o Rock in Rio

O Rock in Rio foi criado para dar voz a uma geração e promover experiências únicas e inovadoras. Em 1985, o evento foi responsável por colocar o Brasil na rota de shows internacionais. Batendo recordes de público a cada edição e gerando impactos positivos nos países onde é realizado, se consagrou como o maior festival de música e entretenimento do mundo. Consciente do poder disseminador da marca, hoje o Rock in Rio pauta-se por ser um evento com o propósito de construir um mundo melhor para pessoas mais felizes, confiantes e empáticas num planeta mais saudável.

 

A internacionalização da marca começou por Portugal, Lisboa, em 2004, onde o evento acontece até hoje, seguido por Espanha (Madri) e pelos Estados Unidos (Las Vegas). No Rock in Rio, os números não param de crescer. Pelas Cidades do Rock já passaram mais de 10 milhões de visitantes nestas 21 edições. Em 37 anos, o festival ganhou o mundo e tornou-se um verdadeiro parque de experiências, mas muito além disso, cresceu e ampliou a sua atuação, sempre com o olhar no futuro.

 

Adotando e incentivando práticas que apoiam o coletivo, o Rock in Rio preza pela construção de um mundo melhor e se une a empresas que possuem este mesmo olhar e diretriz. Em 2013, foi reconhecido por seu poder realizador ao receber a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis. Desde a primeira edição, já gerou 237 mil empregos diretos e indiretos e investiu, junto com seus parceiros, mais de R$ 110 milhões em diferentes projetos, passando por temas como sustentabilidade, educação, música, florestas, entre outros.

 

Sobre a Natura

Fundada em 1969, a Natura é uma multinacional brasileira de higiene e cosmética. Conta com mais de 2 milhões de consultoras na América Latina, sendo líder no setor de venda direta no Brasil. Faz parte de Natura &Co, resultado da combinação entre as marcas Avon, Natura, The Body Shop e Aesop. A Natura foi a primeira companhia de capital aberto a receber a certificação de empresa B no mundo, em dezembro de 2014, o que reforça sua atuação transparente e sustentável nos aspectos social, ambiental e econômico. É também a primeira empresa brasileira a conquistar o selo “The Leaping Bunny”, concedido pela organização de proteção animal Cruelty Free International, em 2018, que atesta o compromisso da empresa com a não realização de testes em animais de seus produtos ou ingredientes. Com operações na Argentina, Chile, Colômbia, Estados Unidos, França, México, Peru e Malásia, os produtos da marca Natura podem ser adquiridos com as Consultoras, por meio do e-commerce, app Natura, nas lojas próprias ou nas franquias “Aqui tem Natura”. Para mais informações, visite o site ou acesse os perfis da empresa nas redes sociais: LinkedInFacebook e Instagram.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Author

Share