Sustentabilidade e planejamento: conheça as áreas mais promissoras para os profissionais da Engenharia Urbana e Ambiental

Author

Categories

Share

Sustentabilidade e planejamento: conheça as áreas mais promissoras para os profissionais da Engenharia Urbana e Ambiental

Imagem: Reprodução  via internet

Dizem que o futuro é verde. E o presente também, de acordo com Oyrton Monteiro Jr. Azevedo, coordenador do Bacharelado de Engenharia Urbana e Ambiental da Universidade de Fortaleza (Unifor), um dos cinco novos cursos de graduação da Universidade de Fortaleza (Unifor). Segundo ele, as perspectivas sobre o meio ambiente, a partir de uma das decisões tomadas esse ano pelos países signatários do Fórum Econômico Mundial, têm sido fundamentadas em uma conduta ESG, sigla em inglês para “Environmental, Social and Governance”, ou seja, “Ambiental, Social e Governança”, em português.

Azevedo Monteiro Jr. explica que essa ferramenta foi criada para medir as práticas ambientais, sociais e de governança de cidades, órgãos, instituições e empresas de qualquer natureza. “Essa nova cultura passa a influenciar toda e qualquer instituição que queira ter mais e melhores oportunidades de se manter e ganhar novos posicionamentos nos mercados, consequentemente, afetando também diretamente a área do trabalho”, diz.

Nesse contexto, o curso de Engenharia Urbana e Ambiental da Unifor está em consonância com a tendência de crescimento de atividades geradoras de produtos e serviços com uma dinâmica ESG, já que a procura por profissionais qualificados está em andamento para atuação na área de planejamento urbano e projetos ambientais. “O curso surge com o objetivo de se coadunar com as demandas da sociedade e do mercado local e global, formando profissionais detentores de competências de análise, planejamento, projeto, entre outras, inclusive de natureza transversal, como o empreendedorismo e a gestão”, elenca Oyrton.

No mercado, as áreas de atuação para quem se forma em Engenharia Urbana e Ambiental passam por eficiência energética; mobilidade urbana; equipamentos sociais de saúde e lazer; fornecimento de água; afastamento e tratamento de esgoto; drenagem urbana; reuso de água; gestão dos resíduos sólidos; licenciamentos ambientais; monitoramento da qualidade da água, ar e do solo; conservação ou preservação de ecossistemas urbanos e recuperação, reabilitação ou restauração de áreas degradadas.  “Esse novo profissional é capacitado para planejar o uso e ocupação do solo de áreas urbanas e projetar os sistemas que permitam o funcionamento das cidades o mais sustentável possível”, completa o coordenador do curso na Unifor.

Desafios

Os desafios para os profissionais da área também são muitos. Joisa Barroso, arquiteta e urbanista e professora da Unifor, aponta que estamos em uma árdua conjuntura de degradação climática e processo de favelização do planeta, o que impacta diretamente no contexto urbano.

“Dentro desse cenário de uma cidade que está em crise com relação à gestão de seus recursos naturais e às condições de moradia do trabalhador pobre, que é um contexto não só de Fortaleza, mas da maioria das grandes e médias cidades do nosso país, o engenheiro urbano e ambiental tem a possibilidade de contribuir com soluções; sobretudo, no que tange à infraestrutura de saneamento, tão necessária para reverter o quadro de precariedade das comunidades em situação de favela, como também para questão do saneamento de uma forma geral, água, esgoto, resíduos sólidos, drenagem, em sua relação com os recursos hídricos, e demais recursos naturais no contexto urbano e regional”, avalia a professora.

Formação qualificada

A Unifor é reconhecida como uma das melhores universidades do mundo pelos maiores rankings internacionais, como Times Higher Education e QS World University Rankings, e ainda a melhor do Norte e Nordeste em um dos mais prestigiados rankings nacionais, o Ranking Universitário Folha (RUF), entre instituições de ensino superior particulares.

“A Universidade de Fortaleza oferece a seus alunos uma experiência completa que vai muito além da sala de aula”, destaca o coordenador do novo curso de Engenharia Urbana e Ambiental da Unifor, Oyrton Azevedo, sobre os maiores diferenciais para quem se forma na instituição.

Para a professora Joisa, a contribuição da Unifor começa já no momento que a entidade assume a importância do debate urbano como estratégico e prioritário, incluindo-o de forma estrutural em um curso. Essa formação também na área do planejamento urbano seria o grande diferencial para os profissionais do campo.

“Quando a universidade coloca foco nessa questão e a prioriza, é uma contribuição muito grande, um avanço. A área do planejamento urbano é pouco divulgada. A fala corrente do senso comum é: ‘vivemos todos esses problemas porque não existe planejamento’. Existe, sim. Nós temos processos de planejamento, Fortaleza está no seu sétimo plano diretor, temos planos setoriais importantes como o Plano Municipal de Saneamento Básico, o Plano de Habitação de Interesse Social, entre outros. A questão é: quais são as prioridades? O que é que realmente está sendo efetivado pelo poder público desse planejamento? Hoje, esse profissional, ao se apropriar desse universo do planejamento urbano, pode realmente trazer um diferencial também para o processo”, afirma a arquiteta e urbanista.

Sobre o curso

Os interessados em ingressar na primeira turma do curso de Engenharia Urbana e Ambiental podem realizar vestibular online quando desejar; usar a nota do Enem de exames realizados entre 2009 e 2020 as de processos seletivos da Unifor realizados entre 2017 e 2020; transferir o curso ou entrar como graduado.

O curso tem duração total de cinco anos, é noturno e vai ocorrer na modalidade semipresencial. Ou seja, algumas disciplinas devem ser cursadas em sistema EAD. Os graduandos poderão contar com metodologias de ensino-aprendizagem centradas no aluno, com ênfase em resolução de problemas para garantir uma formação baseada no desenvolvimento de competências.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco × cinco =

Author

Share