Virose da mosca: saiba quais os sintomas e como prevenir

Author

Categories

Share

                         Virose da mosca: saiba quais os sintomas e como prevenir

 

                        Foto: Divulgação

Os primeiros meses do ano no Ceará são marcados pelo aumento do volume de chuva. Junto a este período, surgem doenças quase inerentes à quadra chuvosa, dentre elas, a “virose da mosca” que, embora tenha essa terminologia tornando-se popular, não é transmitida apenas pelo inseto.

 

Segundo dados da Secretaria da Saúde (Sesa) do Ceará, somente nas primeiras sete semanas deste ano, o Estado já registra mais de 28 mil casos da Doença Diarreica Aguda (DDA) ou Gastroenterite Aguda, com predominância da “virose da mosca”.

 

De acordo com Rafael Mesquita, infectologista do Hospital São Camilo Fortaleza, os sintomas mais comuns são: diarreia, náuseas, vômitos, prostração, desconforto abdominal e febre. “Tivemos vários casos de adultos e até mesmo jovens saudáveis admitidos no hospital por desidratação devido à infecção viral. Quando sentir alguns dos sintomas, é necessário procurar um médico para impressão diagnóstica, principalmente se crianças ou idosos”.

 

O infectologista esclarece que a mosca é um veículo de transmissão assim como outros insetos. “As mãos são responsáveis por trazer bactérias, caso você não as higienize ou esteja em ambiente sujos com lixos expostos e ar poluído, o acúmulo de moscas ou quaisquer insetos é um alto risco de contaminação”, explica.

 

Rafael Mesquita orienta reforço nos cuidados de higiene, como lavar as mãos e os alimentos antes de consumir, higienizar os ambientes com coleta regular de lixos e processamento adequado. “Na recuperação, reforço a ingestão de líquidos, soro de reidratação oral, refeições leves, repouso e analgésicos para paliar desconforto ou febre por exemplo”, sinaliza Rafael Mesquita.

Author

Share